quarta, 17 de julho de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Variedades
30/04/2024 11h42

AstraZeneca admite à Justiça efeito colateral raro na vacina da Covid

A farmacêutica AstraZeneca admitiu, pela primeira vez, a existência de um efeito colateral raro na vacina que produz contra a Covid-19
AstraZeneca admite à Justiça efeito colateral raro na vacina da Covid

A gigante farmacêutica AstraZeneca fez uma declaração inédita perante a Justiça, admitindo a existência de um efeito colateral raro em sua vacina contra a Covid-19. A admissão veio à tona durante uma ação coletiva movida por pessoas que desenvolveram trombose após receberem a vacina na Inglaterra. No processo, 51 famílias buscam uma compensação financeira de até R$ 700 milhões.

PUBLICIDADE

A AstraZeneca reconheceu que sua vacina "pode, em casos extremamente raros, resultar na síndrome de trombose com trombocitopenia (TTS)". Essa condição é caracterizada pela formação de coágulos sanguíneos, o que aumenta o risco de bloqueio de veias e artérias.

 

No Brasil, a vacina foi produzida em parceria com a Fiocruz e administrada a 153 milhões de pessoas, especialmente em 2021 e 2022. A admissão dos efeitos colaterais pela empresa farmacêutica agora está gerando discussões no âmbito político.

PUBLICIDADE

O Ministério da Saúde destaca que a vacina da AstraZeneca contra a Covid-19 tem sido fundamental na preservação de vidas e que a não vacinação seria uma alternativa ainda mais prejudicial.

Segundo o Ministério da Saúde, a vacina fabricada pela AstraZeneca/Oxford, em colaboração com a Fiocruz, desempenhou um papel crucial na redução de casos graves e mortes por Covid-19, salvando milhares de vidas. A vacina está recomendada para pessoas com mais de 40 anos desde dezembro de 2022, de acordo com as últimas evidências científicas disponíveis.

 

O Ministério ressalta que o atual panorama da Covid-19 no país, com a diminuição de casos graves e óbitos pela doença, é resultado da vacinação da população. Os eventos adversos, comuns a qualquer medicamento ou vacina, são raros e ocorrem, em média, uma vez a cada 100 mil doses aplicadas, representando um risco significativamente menor do que as complicações causadas pela infecção por Covid-19.


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.