terça, 21 de maio de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Variedades
12/02/2024 12h25

(Vídeo) No País: escola de samba faz fantasias que demonizam policiais e colocam bandidos como vítimas

Qual a sua opinião?

O Carnaval, conhecido por sua festividade e alegria, muitas vezes se torna palco para discussões sobre temas sociais e políticos. Este ano, durante o desfile da Escola de Samba Vai-Vai, em São Paulo, as fantasias utilizadas geraram uma controvérsia significativa nas redes sociais.


As fantasias em questão enalteceram figuras associadas ao crime, enquanto demonizaram a figura dos policiais. Isso resultou em uma clara inversão de valores, provocando indignação e debate entre os espectadores e usuários das redes sociais.

PUBLICIDADE

A escolha dessas fantasias foi amplamente criticada, com muitos argumentando que glorificar criminosos e estigmatizar os policiais vai contra os princípios de uma sociedade justa e segura. Além disso, alguns observaram que isso poderia perpetuar estereótipos negativos e minar os esforços para promover a paz e a segurança pública.

PUBLICIDADE
No entanto, outros defenderam a liberdade artística da escola de samba, argumentando que o Carnaval é um momento de expressão cultural e que as fantasias podem ser interpretadas de maneiras diferentes por diferentes pessoas. E você, qual a sua opinião? 


A escolha das fantasias pela Escola de Samba Vai Vai foi muito criticada, com muitos argumentando que estigmatizar os policiais vai contra os princípios de uma sociedade justa. Já outros defenderam a liberdade artística da escola de samba, argumentando que o Carnaval é um momento de expressão cultural. Qual a sua opinião? 


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.