domingo, 29 de novembro de 2020
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Tubarão
30 ºC 21 ºC
Segurança
01/11/2018 23h43

Pais viram réus na Justiça por agressão à filha, em Capivari de Baixo

A bebê passou por cirurgia e segue internada no HNSC, em Tubarão. O caso, ocorrido em 17 de julho, causou grande comoção. A criança possuía diversas lesões, e não tinha sido a primeira vez que deu entrada no hospital. Eles responderão por tortura.
Pais viram réus na Justiça por agressão à filha, em Capivari de Baixo
Tiago Rodrigues da Silva,  25 anos, e Jhenifer Sebastião Manoel, 21, foram formalmente acusados na Justiça pela agressão contra a filha, que na época tinha 2 meses. O caso ocorreu em julho em Capivari de Baixo, quando o pai foi preso.

A bebê segue internada na pediatria no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão.

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) denunciou Tiago por tortura e homicídio tentado. Jhenifer foi denunciada por omissão de tortura e omissão de homicídio tentado.

Em 17 de julho, a Polícia Civil foi acionada pelo Conselho Tutelar de Capivari de Baixo, depois que a bebê foi internada na manhã do mesmo dia com lesões diversas no HNSC. Ela precisou passar por cirurgia.

A Polícia Civil concluiu o inquérito e enviou ao MPSC. A Vara de Capivari de Baixo aceitou a denúncia do Ministério Público em agosto. Uma audiência do caso foi marcada para a próxima quarta-feira (7).

O Hospital Nossa Senhora da Conceição informou que a bebê está com quadro estável. Ela precisou ser transferida por um tempo para o Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis, e retornou à unidade de saúde de Tubarão em 12 de outubro.

Ela teve oito fraturas, segundo o Conselho Tutelar, e múltiplas lesões, inclusive um afundamento do crânio. A criança já tinha dado entrada no hospital outras quatro vezes.

O delegado responsável pelo caso, Vandilson Moreira da Silva, disse anteriormente que a suspeita é que as agressões tenham sido motivadas porque o pai acha que a bebê não é filha biológica dele. Sobre a lesão na cabeça, disse que ainda não dá para precisar como o ferimento foi causado, mas que acredita que tenha sido um soco.

Prisão e transferência

O pai da menina está preso na Penitenciária Sul em Criciúma. Ele foi detido em flagrante em 17 de julho, mesmo dia em que a bebê foi internada, e transferido para o Presídio de Tubarão. Porém, no dia seguinte ele foi levado a Criciúma devido à repercussão do caso, "para garantia da integridade física dele", explicou o delegado.

Com informações do G1 SC

Foto ilustrativa
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia