domingo, 19 de maio de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Segurança
18/03/2024 08h47

'Estou sem chão', diz mãe de menina que morreu após queda em SC

Criança foi encontrada pelos bombeiros nos braços da mãe; delegado vê caso como tragédia
'Estou sem chão', diz mãe de menina que morreu após queda em SC

A morte de uma menina de 7 anos comoveu Santa Catarina neste fim de semana após um acidente doméstico. A criança caiu sobre um vaso sanitário em uma casa alugada pela família na praia do Ervino, em São Francisco do Sul.


“Estou sem chão, só peço que Deus cuide do meu anjo lá de cima e que dê muita força para nós”. Foi assim que a mãe de Alana Emanuelly Franco comunicou a morte da filha em uma rede social.


Sempre sorridente nas fotos, a pequena era bastante apegada ao irmão mais novo, de apenas 2 anos. Ela gostava de mostrar para a mãe que podia ajudar a cuidar dele.


“Uma coisa horrível. As pessoas vêm para se divertir na praia e levam uma pessoa da família morta para casa. É triste”, disse um vizinho em entrevista à reportagem da NDTV | Record.

PUBLICIDADE

Alana foi encontrada nos braços da mãe


A tragédia aconteceu por volta das 20h de sábado (16). “O chuveiro estava na posição frio, a menina foi tomar banho e subiu no vaso sanitário para trocar a posição do relógio”, explicou o delegado Fábio Estuqui.


Segundo ele, ao que tudo indica, a criança se desequilibrou em cima do vaso, que tombou e quebrou. Ela caiu sobre os destroços e sofreu um corte embaixo da axila. “Foi uma tragédia mesmo o que aconteceu ali”, disse o delegado.


Quando os bombeiros militares chegaram, encontraram a menina em estado grave nos braços da mãe, na sala da casa.

PUBLICIDADE

“A nossa missão foi estancar o sangramento, que era o principal a ser feito, e como ela estava inconsciente e em parada cardiorrespiratória, começamos a fazer a ressuscitação cardiopulmonar”, detalhou o capitão do Corpo de Bombeiros Militar, Ricard Dummel.


A criança foi socorrida e levada para o hospital. “Tentamos fazer o máximo possível, tentando reanimá-la a todo momento, estancar o sangramento. Entregamos no hospital com alguma expectativa de esperança para a família, mas infelizmente não foi o que aconteceu”, lamentou.


À Polícia Civil, o médico-legista informou que a causa da morte foi por hemorragia, devido à perda excessiva de sangue.


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.