sábado, 02 de março de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Segurança
06/08/2019 09h41

Execução brutal: polícia cumpre mandados de prisão contra autores de homicídio e tortura de jovem de 24 anos em Imbituba

A jovem foi brutalmente torturada e assassinada. Sua morte foi encomendada pelo marido e pelo cunhado
Execução brutal: polícia cumpre mandados de prisão contra autores de homicídio e tortura de jovem de 24 anos em Imbituba

Na manhã de hoje, 06, por volta das 7hrs, a Polícia Civil de Santa Catarina, por intermédio da Delegacia de Polícia da Comarca de Imbituba, deflagrou operação com o objetivo de dar cumprimento a sete mandados de prisão preventiva contra investigados pela prática dos crimes de homicídio quadruplamente qualificado, fraude processual e destruição/ocultação de cadáver. Entre os sete, uma mulher foi presa no Alagamar, em Laguna.


Eles são acusados de envolvimento no desaparecimento e morte de Cristini de Jesus dos Passos, 24 anos, moradora do bairro Roça Grande.


Ela desapareceu no dia 5 de abril deste ano. Ela vivia com a mãe e dois filhos. Os familiares foram até a delegacia e registraram um boletim de ocorrência. Logo após, a Polícia Civil instaurou inquérito para apuração dos fatos, sendo apurado que a jovem foi brutalmente torturada e assassinada.


O caso:

De acordo com o Delegado de Polícia Juliano Baesso, Presidente do Inquérito Policial e coordenador da Operação, foi apurado que a morte da vítima foi encomendada pelo marido (o qual se encontra cumprindo pena pelo crime de Tráfico de Drogas na Penitenciária Sul, de Criciúma) e pelo cunhado, o qual foi recentemente condenado pelos crimes de Tráfico de Drogas e Organização Criminosa e inclusive já era foragido da justiça pela prática de tais delitos.


Baesso salienta que o cunhado da vítima ordenou que seus "sócios" na prática do Tráfico de Drogas providenciassem a execução da vítima com requinte de crueldade. Nesse sentido, a vítima teria sido atraída para uma residência de propriedade do cunhado, local onde foi brutalmente torturada e assassinada, sendo que pelo menos outras cinco pessoas (além dos mandantes) teriam participado do crime.


 Além disso, apurou-se que, após o assassinato, os autores descartaram o corpo da vítima nas proximidades do aterro sanitário da Divineia, local onde atearam fogo no corpo. Os autores alteraram a cena do crime, simulando uma reforma na residência com o objetivo de dificultar o trabalho investigativo.


Diante das provas produzidas no Inquérito Policial, a Polícia Civil de Imbituba, através do Delegado de Polícia, representou ao Poder Judiciário pela decretação da Prisão Preventiva de sete pessoas pela prática dos crimes de homicídio quadruplamente qualificado (motivo fútil, meio cruel/tortura, premeditação/dissimulação e feminicídio), fraude processual majorada e destruição/ocultação de cadáver, o que foi prontamente deferido pelo Poder Judiciário local após manifestação favorável do Ministério Público.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.