sábado, 02 de março de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Segurança
25/07/2019 09h40

Ladrão é identificado pela Polícia Civil após roubar lanchonete em Orleans

O ladrão confessou o crime e foi reconhecido pelas vítimas
Ladrão é identificado pela Polícia Civil após roubar lanchonete em Orleans

O suspeito de roubar uma lanchonete em Orleans foi identificado pela Polícia Civil, através de câmeras de segurança. No início da noite desta quarta-feira (24) a Polícia esteve na casa do suspeito e encontrou uma televisão que foi trocada pelos objetos roubados. 


O roubo ocorreu no dia 20 de julho, quando o suspeito simulou ter uma arma e entrou em uma lanchonete na Rua Professor Maya, no Bairro Lomba. No local haviam duas vítimas. O suspeito anunciou o assalto e exigiu a entrega do dinheiro e de um telefone celular, mas só conseguiu roubar o celular.

Após a ocorrência, a Polícia Civil iniciou as investigações e conseguiu descobrir todo o trajeto do suspeito, desde antes do roubo até a chegada no conjunto habitacional onde morava. As informações foram repassadas pela Polícia Militar que auxiliaram na identificação do suspeito.

Na noite desta quarta-feira (24), os policiais identificaram o suspeito e a pessoa para quem ele vendeu o celular. O ladrão confessou o crime e foi reconhecido pelas vítimas.

A pessoa que comprou o celular confirmou a aquisição e contou que entregou uma televisão e mais R$ 50 pelo aparelho telefônico. Nos fundos do conjunto habitacional do suspeito foi encontrada a televisão quebrada e a calça de moletom usada no crime parcialmente queimada.

A polícia irá finalizar o inquérito policial e solicitar a prisão preventiva do investigado, que já tentou praticar um roubo idêntico em um pub da cidade de Orleans.

O Delegado Ulisses Gabriel comenta que o trabalho da polícia é efetivo para solucionar crimes de roubo e furto. “Com relação a roubos, a elucidação é de 100%, com todos os autores dos crimes denunciados pelo Ministério Público. As elucidações dos furtos também são muito altas, sendo lamentável a prática da recepção, que dificulta a restituição do patrimônio das vítimas, pois os criminosos já têm os compradores para quem despacham as mercadorias, o que torna difícil a apreensão”, destaca o delegado.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Fonte: Sul in Foco
HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.