sexta, 23 de fevereiro de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Segurança
21/06/2019 19h46

O triste saldo das sete mortes pouco mais de 48 horas

Na soma de rodovias estaduais e federais, o feriadão tem sido violento em Santa Catarina.
O triste saldo das sete mortes pouco mais de 48 horas
Da mulher que faleceu na quarta-feira na BR-282 ao caminhoneiro morto na manhã desta sexta-feira na BR-470, sete pessoas já perderam a vida em acidentes em Santa Catarina no período da Operação Corpus Christi, que continua até domingo. É um balanço negativo, apontando para cinco óbitos nas estradas federais e dois nas estaduais.

Na quarta, logo no início da operação, foram três óbitos. Primeiro, uma mulher de 69 anos que estava em um carro com placas de Lages e faleceu ao bater em outros dois veículos. O acidente ocorreu na BR-282, em São José do Cerrito, na serra catarinense. No mesmo dia, um homem morreu atropelado na BR-101, em Balneário Camboriú. Uma moto e um caminhão se envolveram na ocorrência. Na SC-390, em Piratuba, morreu um homem de 69 anos atropelado por um carro com placas de Capinzal.

Na quinta-feira, uma morte. Um motorista de um carro de Chapecó perdeu a vida ao bater em um caminhão na BR-282, em Nova Itaberaba.



Nesta sexta, mais três óbitos. Em Imbituba, uma colisão entre dois veículos na BR-101 resultou na morte de um homem de 47 anos. Na SC-477, em Timbó, no Vale do Itajaí, um motociclista de 24 anos faleceu ao sair da pista na altura do quilômetro 192 e bateu em uma cerca. Em Ponte Alta, na serra, o motorista de um caminhão morreu ao tombar a sua carreta no quilômetro 211 da BR-470.

“Muita gente não lembra, mas houve a greve dos caminhoneiros em 2018, que terminou exatamente no feriadão de Corpus Christi. Havia uma falta crônica de combustíveis, então o fluxo de veículos era muito menor que o fluxo de agora, que é um feriado normal, com oferta de combustíveis”, afirma o inspetor Adriano Fiamoncini, chefe de comunicação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Santa Catarina, comentando os cinco óbitos nas estradas federais até agora.



Em 2017 foram três mortes no período nas rodovias sob competência da União. “Estamos na média histórica, geralmente é 1,5 morte por dia”, pondera.

Com informações do site 4oito
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.