domingo, 17 de janeiro de 2021
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Tubarão
32 ºC 22 ºC
Segurança
29/01/2019 20h12

Nova contagem: Sobe para 84 número de mortos em Brumadinho; há 276 desaparecidos

Espera-se que os 136 militares agilizem a retirada de vítimas junto aos 280 bombeiros. Entre os equipamentosde Israel estão sonares que detectam sinais de celular a até três metros de profundidade e distinguem a lama de outras substâncias, como corpos. Hoje (29), uma operação do MPMG, do MPF e da PF prendeu cinco engenheiros
Nova contagem: Sobe para 84 número de mortos em Brumadinho; há 276 desaparecidos
Uma barragem da mineradora Vale se rompeu e ao menos uma transbordou nesta sexta-feira (25) em Brumadinho, cidade da Grande Belo Horizonte, liberando cerca de 13 milhões de metros cúbicos de rejeitos de minério de ferro no rio Paraopeba, que passa pela região. A lama se estende por uma área de 3,6 km² e por 10 km.

Até a noite desta terça-feira (29), 84 corpos haviam sido encontrados. Desses, 42 já foram identificados, segundo o Corpo de Bombeiros de Minas. Até o momento, foram localizadas 391 pessoas. Há ainda 276 desaparecidos, segundo a Defesa Civil de Minas Gerais.

Na manhã desta terça, uma operação do Ministério Público de Minas Gerais, do Ministério Público Federal e da Polícia Federal prendeu cinco engenheiros —três da Vale, em Minas Gerais e dois prestadores de serviço, em São Paulo— relacionados à segurança da barragem. Os profissionais da Vale eram os responsáveis diretos pela estrutura que se rompeu, e os dois demais, os que atestaram a segurança da barragem em laudo recente.

Na segunda-feira, as forças de segurança que trabalham nas operações de busca se reuniram com a equipe israelense que chegou na noite de domingo para auxiliar no resgate, e com o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo). Espera-se que os 136 militares agilizem o processo de retirada de vítimas somados aos 280 bombeiros. Entre os equipamentos trazidos de Israel estão sonares que podem detectar sinais de celular a até três metros de profundidade e distinguir a lama de outras substâncias, como corpos.

Riscos
No domingo, os bombeiros iniciaram a evacuação de comunidades de Brumadinho após a constatação de que uma segunda barragem da Vale, de água, apresentava risco iminente de rompimento. Um alarme de aviso sobre rompimento de barragem soou às 5h30. A possibilidade de um novo rompimento foi descartada depois.

A barragem 1, que se rompeu, é uma estrutura de porte médio para a contenção de rejeitos e estava desativada. Seu risco era avaliado como baixo, mas o dano potencial em caso de acidente era alto.

Fontes: Folha de São Paulo/O Estadão
Foto: Marlon Max/Gazeta OnLine

 
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia