domingo, 20 de setembro de 2020
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Tubarão
22 ºC 14 ºC
Segurança
12/01/2019 15h20

Filha de idoso assassinado em Nova Veneza planejou o crime, diz Polícia Civil

Homem de 69 anos foi encontrado morto em Nova Veneza. O carro e a casa em Balneário Rincão, na mesma região, foram incendiados. Segundo a polícia, as motivações para o crime seriam financeiras.
Filha de idoso assassinado em Nova Veneza planejou o crime, diz Polícia Civil
A Polícia Civil de Balneário Rincão, informou ao G1SC que a filha de 34 anos de Agenor Della Bruna, 69, assassinado a facadas na quarta-feira (09), teria planejado o homicídio por motivação financeira. Outras quatro pessoas, entre elas um menor de idade, são suspeitos de terem participado da morte.

A Justiça decretou neste sábado (12) a internação do adolescente, que confessou o crime, assim como outro suspeito.

O idoso foi vítima de latrocínio, roubo seguido de morte. A vítima foi encontrada morta em Nova Veneza, a cerca de 50 km de Balneário Rincão, onde ele morava. O carro e a casa dele foram incendiados.

Conforme as investigações, a filha do idoso quem tocou o interfone da casa e pediu para o pai abrir o portão, momento em que quatro bandidos entraram na casa e roubaram objetos da vítima.

Depois, os criminosos levaram Agenor para um matagal em Nova Veneza, a cerca de 50 km da residência, amarraram e deram facadas no peito e na nuca dele. A casa e o veículo do idoso foram queimados.

“A única dúvida que existe é quem desferiu o golpe na vítima. O adolescente informa que foi o comparsa e esse comparsa está informando que foi o adolescente. De qualquer jeito, são cinco envolvidos. O crime está totalmente esclarecido”, disse Jorge Girardi, delegado responsável pelo caso.

Além da internação do adolescente, a polícia vai pedir a prisão dos outro quatro suspeitos, que deverão responder por latrocínio, formação de quadrilha, ocultação de cadáver e corrupção de menores.

Motivação
A filha teria pedido pra matar o pai porque queria ficar com a herança. Segundo ela, o idoso teria mais de R$ 100 mil em casa. A mulher aliciou os demais comparsas com a promessa de repartir essa suposta quantia, que não foi localizada pelos bandidos.

Ainda conforme as investigações, ela teria muito mágoa do pai porque teria apanhado dele quando era criança.

Fonte: G1SC
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia