sábado, 26 de setembro de 2020
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Tubarão
27 ºC 14 ºC
Geral
06/11/2018 13h08

Capivari de Baixo: Vereadores querem aumentar duodécimo para 7%

O aumento renderia cerca de R$ 1,5 milhão a mais que sairá dos cofres públicos para o Legislativo municipal.
Capivari de Baixo: Vereadores querem aumentar duodécimo para 7%
Em meio ao clima de tensões com a crise econômica que assola todos os municípios, a ordem é reduzir gastos. Porém, na última sessão da Câmara de Vereadores de Capivari de Baixo, desta segunda-feira, 05, uma emenda causou polêmicas.

O texto solicita aumento no valor do duodécimo – repasse anual da prefeitura para o poder Legislativo. A emenda 002/2018 aditiva e modificativa autoriza o executivo municipal a repassar 7%, sendo que a porcentagem atual é de 4,5%.

Oito vereadores votaram a favor do aumento e dois se manifestaram contra. “É um absurdo. Enfrentamos um tempo difícil, o executivo precisa de recursos para atender a população e essa verba poderia ser usada em diversas áreas. Não dá para entender. Quando todos falam em redução, nossa Casa fala em aumento. Fazemos um apelo à população para reverter essa decisão errônea”, afirma o vereador Thiago Torquato Viana (PP), que foi um dos que se manifestaram contra a mudança da emenda.

Ele explica que “atualmente são repassados cerca de R$ 3 milhões e 450 mil por ano, o equivalente a R$ 280 mil por mês. Nesse ano, o presidente deve devolver aproximadamente R$ 200 mil das sobras orçamentárias ao Executivo. Com o repasse de 7%, o valor irá aumentar em mais de R$ 1,5 milhão. Todas as Câmaras de Vereadores estão reduzindo seus orçamentos, não há porque ter esse aumento”, reforça o vereador.

O vereador Herivelton Silva de Souza (PP) também se manifestou contra o aumento. “Muitos dos nossos requerimentos não são atendidos pelo executivo por falta de recursos. Sou contra esse aumento”, ressalta.

 

Aumento deve ser aplicado em reforma da estrutura

Os vereadores Cristiano Praxedes (PSD), Phelipe Schmoeller Felippe (PSB) e Ismael Martins (PP) usaram a tribuna para justificar o motivo do aumento do duodécimo. “O recurso do Legislativo deve ser aplicado no Legislativo. Somos parceiros do Executivo, mas a Casa precisa de reformas. Uma nova pintura, ampliação dos espaços para dar mais comodidade aos funcionários e a população que comparece às sessões”, argumenta o vereador Phelipe Schmoeller Felippe (PSB), que votou a favor da emenda.

O vereador Cristiano Praxedes (PSD), alertou que o veículo da Câmara tem causado prejuízos e precisa ser trocado. “O carro desta Casa está com quase 400 mil quilômetros rodados e tem dado prejuízo de cerca de R$ 10 mil. A Câmara está caindo aos pedaços e precisa de investimentos”, explica.

Uma nova votação ocorre na próxima sessão ordinária.
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia