segunda, 14 de outubro de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Geral
26/10/2018 21h58

Combate à Sífilis: População receberá orientações e testes neste sábado (27)

É uma infecção sexualmente transmissível, curável e exclusiva do ser humano Pode ser transmitida por relação sexual sem uso de preservativo com uma pessoa infectada, para a criança durante a gestação ou no momento do parto.
Combate à Sífilis: População receberá orientações e testes neste sábado (27)
Detectar os casos de sífilis é o objetivo da campanha a ser realizada neste sábado (27) pelo Centro de Atendimento Especializado em Saúde e a Vigilância Epidemiológica de Tubarão. A campanha é motivada pelo Dia Nacional de Combate à Sífilis, doença que muitas vezes não apresenta sintomas e tem crescido consideravelmente tanto em nosso município como em âmbito nacional. Todas as pessoas sexualmente ativas devem realizar o teste para diagnosticar a sífilis, principalmente as gestantes. O teste e o tratamento estão disponíveis em todas as Unidades de Saúde de Tubarão, em seu horário regular de funcionamento. Neste sábado (27), excepcionalmente, os testes poderão ser realizados no CAES, localizado na Rua Teodoro Tonon, 353, Vila Moema, das 8 às 17 horas. A sífilis é uma infecção sexualmente transmissível (IST), curável e exclusiva do ser humano, causada pela bactéria Treponema Pallidum. Pode ser transmitida por relação sexual sem uso de preservativo com uma pessoa infectada, para a criança durante a gestação ou no momento do parto. Os primeiros sintomas são feridas sem dor nos órgãos sexuais e boca, acompanhados de íngua que desaparece mesmo sem tratamento. Sintomas Os sintomas surgem de 1 a 12 semanas após o contágio. Pessoas infectadas podem não apresentar sintomas
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
e, quando não tratadas, permanecem contaminando o parceiro. Outros sinais da doença que aparecem já na fase secundária são manchas avermelhadas no corpo, principalmente nas palmas das mãos e plantas dos pés, que não causam coceira. A sífilis pode ficar no organismo por até 40 anos, e em caso de não tratamento pode causar comprometimento do sistema nervoso central e complicações graves como cegueira, paralisia, doença cardíaca, lesão de pele e nos ossos, transtornos mentais e até a morte. Sífilis Congênita Transmitida ao bebê durante a gravidez, pode causar má formação no feto, aborto espontâneo e morte. O bebê pode nascer com feridas no corpo ou aparentemente saudável, porém pode desenvolver complicações graves decorrentes da infecção, como alterações ósseas no desenvolvimento neurológico, complicações cardíacas e cegueira. O uso correto e regular da camisinha feminina ou masculina é uma medida importante de prevenção da sífilis. O acompanhamento das gestantes durante o pré-natal contribui para o controle da sífilis congênita. Medidas de prevenção: Usar sempre o preservativo; Assim que souber da gravidez, faça o pré-natal e leve junto seu parceiro; Realizar os testes rápidos já no primeiro trimestre da gestação; Caso o exame dê reagente para Sífilis, a gestante e o parceiro devem ser tratados corretamente.  

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia