terça, 20 de agosto de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Geral
24/10/2018 12h15

Previsão do tempo: Ciclone deve provocar vento, mas não tão forte

Áudio que aponta ventos fortes na região durante o fim de semana é desmentido pela Epagri, que afirma que condições devem permanecer dentro da normalidade. "O que deve ocorrer é uma condição comum na região. Teremos a formação de ciclone extratropical junto à costa de Santa Catarina, mas dentro da normalidade".
Previsão do tempo: Ciclone deve provocar vento, mas não tão forte
A informação de que um ciclone extratropical deve provocar, no fim de semana, ventos acima de 100 quilômetros por hora no litoral sul de Santa Catarina e no Rio Grande do Sul tem assustado moradores da região. O dado tem sido compartilhado em redes sociais, em forma de áudio e fotos. Entretanto, segundo a Epagri, essa previsão não procede. De acordo com o meteorologista da Epagri, Marcelo Martins, o que deve ocorrer é uma condição comum na região. “Teremos a formação de ciclone extratropical junto à costa de Santa Catarina, mas dentro da normalidade. Vai ter rajadas de vento, sim, mas não dessa forma. É comum que ocorra, por exemplo, rajadas. Mas não há motivo para pânico”, comenta. A formação deve iniciar no Rio Grande do Sul, mas com ventos bem mais fracos do que o apontado no áudio. Devido ao ciclone, o mar também ficará mais agitado no fim de semana. Previsão Epagri/Ciram Entre a noite de sexta-feira (26/10) e manhã de domingo (28/10), um ciclone extratropical deve intensificar-se na costa
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
sul do Brasil, entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Esses sistemas podem ocasionar ventos fortes e condições adversas de mar, dependendo de sua intensidade ou proximidade da costa. Até o momento, conforme a previsão de localização e intensidade do ciclone, durante o final de semana, podem ocorrer ventos fortes, com rajadas de 60 km/h a 80 km/h no litoral e sul catarinense, especialmente no Litoral Sul e Planalto Sul. No mar, em áreas mais afastadas da costa, as rajadas podem chegar a 100 km/h. O ciclone também favorece a condição de mar agitado e risco de ressaca no final de semana, especialmente no Litoral Sul. Ressalta-se que ciclones extratropicais são sistemas atmosféricos comuns no litoral sul do Brasil, apresentando maior frequência nos meses entre final de outono e início da primavera. Conforme registros obtidos nas estações meteorológicas monitoradas na Epagri/Ciram, os ciclones extratropicais mais intensos é que podem resultar em rajadas de 80 km/h a 100 km/k em municípios do sul catarinense. Informações entrevista com Marcelo Martins: Portal DNSul

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia