quinta, 24 de outubro de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Geral
22/10/2018 22h45

Aprendendo com as diferenças: Educação inclusiva e acessibilidade serão debatidas

8º Seminário de Educação Inclusiva e Acessibilidade (Semeia) ocorre nessa quarta-feira, 24, no Bloco Pedagógico da Unisul de Tubarão.
Aprendendo com as diferenças: Educação inclusiva e acessibilidade serão debatidas
A educação inclusiva tem o intuito de proporcionar o direito de todos à educação. Com isso, termos como igualdade e valorização são aplicados por educadores para priorizar a participação de todos nas práticas escolares. Uma pesquisa realizada pela ABT Associates e o Instituto Alana, em 2016, evidenciou que a educação inclusiva possibilita efeitos positivos para as pessoas que não possuem deficiência, como por exemplo, opiniões menos preconceituosas e receptividade as diferenças. Já a acessibilidade se refere a um grupo de medidas com o intuito de proporcionar acesso aos locais, informações e produtos, para os indivíduos que tenham necessidades especiais, além de possibilitar a adaptação as condições. Em 2010, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), constatou que cerca de 45,6 milhões de pessoas possuem algum tipo de deficiência. Para promover o debate sobre a temática, o 8º Seminário de Educação Inclusiva e Acessibilidade (Semeia) acontece nessa quarta-feira, 24, no Bloco Pedagógico (D) na Unisul, no Campus Tubarão. O Semeia é
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
proporcionado para os professores e pesquisadores da área educacional. O ingresso possui um valor simbólico de R$ 20,00 e pode ser adquirido no local do evento ou através de inscrição online. A coordenadora do curso de Pedagogia, Marileia Mendes Goulart, afirma que o Semeia é um espaço de discussão e inclusão para professores debaterem sobre os alunos que possuem necessidades especiais. “Nosso intuito com o evento é nos reunir para estudarmos as práticas já realizadas e propor novas alternativas na área, reunindo profissionais da rede. A educação inclusiva exige dos profissionais um olhar diferenciado sobre as práticas pedagógicas, para auxiliar ainda mais os estudantes”, conclui. No período matutino as oficinas serão realizadas das 8h30min às 11h45min. Já no turno vespertino, as oficinas iniciam as 13h30min e vão até as 16h45min. No período noturno, entre as 19h e 22h30min, haverá palestra sobre a Educação Especial na Perspectiva Inclusiva e o Diagnóstico e reflexões: Inclusão Atitudinal, que acontecerá no Espaço Integrado de Artes.

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia