domingo, 08 de dezembro de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Geral
22/10/2018 10h03

Após repercussão negativa, filho de Bolsonaro recua em fala sobre fechar o Supremo

Eduardo Bolsonaro foi o deputado federal mais votado da história do País, com 1,8 milhão de votos. Juiz Sergio Moro é um dos nomes cotados par o cargo de ministro da STF
Após repercussão negativa, filho de Bolsonaro recua em fala sobre fechar o Supremo
Depois da repercussão de um vídeo no qual aparece dizendo que basta "um soldado e um cabo" para fechar o Supremo Tribunal Federal (STF), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), filho do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), recuou afirmando que nunca defendeu tal posição.

A afirmação foi feita em resposta a questionamento, durante palestra antes do 1º turno, em 9 de julho, sobre a possibilidade de seu pai ser impedido de assumir o Planalto caso fosse eleito ainda na primeira fase da corrida presidencial e qual seria a reação do Exército. Na ocasião, Eduardo estava dando uma palestra em Cascavel (PR) para alunos de um curso preparatório para o concurso da Polícia Federal.

"Se fui infeliz e atingi alguém, tranquilamente peço desculpas e digo que não era minha intenção", afirma em seu perfil das redes sociais. O deputado também repetiu seu pai, que mais cedo afirmou a jornalistas que "se alguém falou em fechar o STF precisa consultar um psiquiatra".

"De fato essa pessoa precisa de um psiquiatra", disse o parlamentar. Quem também se pronunciou sobre o assuntou foi a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Rosa Weber: "No Brasil, as instituições estão funcionando normalmente e juiz algum que honra a toga se deixa abalar por qualquer manifestação que eventualmente possa ser compreendida como inadequada", disse.

Um dos nomes possíveis para ministro da Justiça caso Jair Bolsonaro seja eleito, o presidente do PSL, Gustavo Bebianno, disse em entrevista que o juiz Sergio Moro, titular da Operação Lava Jato em Curitiba, é um dos nomes cotados par o cargo de ministro da STF num eventual governo do capitão reformado.

Eduardo Bolsonaro foi o deputado federal mais votado da história do País, com 1,8 milhão de votos.

Foto: Felipe Rau/Estadão
Fonte: Terra
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia