quarta, 19 de junho de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Geral
10/06/2024 19h59

Morte súbita de adolescentes e jovens: cardiologista alerta que prevenção e primeiros socorros são essenciais para diminuir mortes

Dra. Louise Schweitzer, cardiologista fetal e pediátrica no Complexo Médico ProVida, conversou com o HC sobre o assunto
Morte súbita de adolescentes e jovens: cardiologista alerta que prevenção e primeiros socorros são essenciais para diminuir mortes

Um adolescente de dezessete anos morreu na semana passada vítima de um mal súbito no Cedup, em Tubarão. Ele participava de atividades físicas durante uma aula e teve um colapso. O Corpo de Bombeiros e o Samu foram acionados e tentaram reanimar o adolescente por mais de uma hora, mas ele não resistiu. 

 

Nós conversamos com a Dra. Louise Schweitzer, cardiologista fetal e pediátrica no Complexo Médico ProVida, para explicar sobre o assunto. Ela falou sobre a prevenção, com a realização de exames e tratou também da difusão do conhecimento do suporte básico de vida, que pode ajudar nos primeiros socorros a alguém em mal súbito.

 

Assista:

https://www.instagram.com/reel/C8DYWWxO89u/?igsh=MW5sYjg3bmZzdTh6bw==

 

 

“É isso que machuca um cardiologista quando ouvimos essas notícias; sabemos que os mal súbitos vão acontecer, o que me incomoda é a falta de treinamento para saber abordar uma criança ou adolescente na hora da parada cardíaca”, alerta. 

PUBLICIDADE

“Uma criança que para durante cinco minutos tem a sua chance de ser reanimada abaixo de 10%, se for assistida na hora, as chances de sobrevivência chegam a até 80% de chance”, afirma. No Brasil, as estatísticas apontam que as mortes ficam entre 1 a 4 pessoas de menos de 35 anos em 100 mil habitantes.

 

“Os sintomas geralmente se dão em momentos de esforço físico maior: dor no peito ao jogar futebol, um cansaço desproporcional em relação aos colegas da mesma idade, e também é necessário olhar para o histórico familiar”, explica.

 

PUBLICIDADE

“Hoje a gente já faz exames dentro da barriga da mãe, então algumas cardiopatias estruturais que já se manifestam na barriga da mãe, já se consegue identificar; mas conforme crianças saudáveis vão crescendo, podem desenvolver doenças. O eletro e o ecocardiograma são exames acessíveis e que podem prevenir”, aponta.


“O que eu sinto falta é de uma política pública, um treinamento nas escolas e creches, algo nesse sentido que preparasse as pessoas para um momento delicado como esse e soubessem agir”, reitera.


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.