quinta, 20 de junho de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Geral
20/05/2024 16h36

Brasil: mulher presa por stalkear médico ligou 500 vezes e enviou mais de mil mensagens em um dia

Kawara Welch também fez ligações insistentes para a mulher do profissional e para o filho dele
Brasil: mulher presa por stalkear médico ligou 500 vezes e enviou mais de mil mensagens em um dia

Desde 2019, quando conheceu Kwara Welch em uma consulta, um médico de 47 anos e sua família registraram um total de 42 boletins de ocorrência contra a mulher, que foi presa no início do mês em Ituiutaba, no Triângulo mineiro, pelo crime de stalking, que consiste em perseguir uma pessoa, seja fisicamente ou virtualmente.

 

A jovem de 23 anos, que se apresenta como modelo e artista plástica no Instagram, teria, segundo o relato da vítima, chegado a ligar 500 vezes e enviar mais de mil mensagens de texto para a vítima em um único dia. 

 

Entre as ocorrências registradas pela família do médico estão os crimes de perseguição, denunciação caluniosa, ameaça, perturbação do sossego, lesão corporal, extorsão e até mesmo furto, depois que a jovem agrediu a esposa do médico e furtou seu celular e a chave de seu carro, na porta da clínica do profissional.

 

O crime aconteceu quando a família já tinha uma medida protetiva contra a suspeita, que deveria manter 200 metros de distância do casal.

 

PUBLICIDADE

As perseguições teriam se iniciado cinco anos antes, depois da jovem ser atendida pelo médico e, a partir dali, ter passado a procurá-lo dizendo que estava apaixonada. Depois de ser retirada da lista de pacientes do médico, justamente devido às perseguições, foi que as ameaças se intensificaram ainda mais, passando a afetar até mesmo a mulher e o filho do profissional. 

 

Kwara foi detida no último dia 8 de maio, quando estava em uma universidade de Uberlândia, também no Triângulo, onde estudava nutrição. A prisão foi realizada pela Delegacia de Homicídios do município, que também apreendeu dois celulares com a mulher no momento da prisão. 

 

Até a última detenção, Kwara já tinha sido detida outras duas vezes, por ameaça, extorsão e furto. Porém, acabou sendo colocada em liberdade, com algumas medidas cautelares, que acabaram sendo descumpridas e levaram à decretação de sua prisão. Com isso, a suspeita estava foragida desde março de 2023. 

 

PUBLICIDADE

Segundo a Polícia Civil, a mulher foi presa com um mandado de prisão preventiva, expedido pela Justiça mineira. "A PCMG realizou os trabalhos de polícia judiciária cabíveis e encaminhou a envolvida ao sistema prisional. Ela segue à disposição da Justiça", completa a nota. Desde então, a suspeita está na ala feminina da Penitenciária Professor João Pimenta da Veiga.


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.