terça, 21 de maio de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Geral
07/05/2024 10h27

Exclusivo: HC Notícias entrevista o autor do áudio sobre corpo boiando no RS que comoveu o Brasil; confira

Rogério Centeno Santos, um morador de Esteio (RS), de 41 anos, é o autor do áudio que chocou o Brasil. Ele conta mais detalhes do salvamento no bairro Mathias, em Canoas, onde se deparou com a cena trágica. Atenção: conteúdo sensível.
Exclusivo: HC Notícias entrevista o autor do áudio sobre corpo boiando no RS que comoveu o Brasil; confira

Atenção: conteúdo sensível.

 

Em meio à devastação causada pelas recentes enchentes que abalaram o Rio Grande do Sul, uma voz anônima emergiu da tragédia, trazendo um relato que ecoou por todo o país. O áudio, que viralizou nas redes sociais, narrava o momento em que um civil, enquanto participava dos esforços de resgate na cidade de Canoas, avistou o que inicialmente pensou ser uma boneca flutuando nas águas. No entanto, ao se aproximar, deparou-se o corpo de uma criança. Relembre: 

 

 


O relato chocante rapidamente se espalhou, provocando uma onda de comoção nacional diante da tragédia. O HC Notícias conseguiu localizar o autor do áudio e entrevistá-lo, mostrando sua identidade ao público pela primeira vez.

PUBLICIDADE

Rogério Centeno Santos, um morador de Esteio (RS), de 41 anos, é o autor do áudio. Casado e pai de dois filhos, Rogério estava entre os voluntários que se lançaram no resgate das vítimas da enchente no sábado, 4 de maio. Em uma entrevista exclusiva ao HC Notícias, ele compartilhou os detalhes daquela experiência que ficará marcada para sempre em sua memória.

 

"Foi um choque", confessou Rogério, ao relembrar o momento em que se deparou com a cena. Ele e outros civis faziam resgates no Bairro Mathias, em Canoas (RS). "Estávamos em 26 barcos, mais ou menos. A gente estava com bastante equipe", conta. Por volta das 17h20 de sábado, 4, o resgate ocorreu numa residência em que estavam três pessoas.

 

"Era uma menina de uns 20 anos, um rapaz de 17 e uma menina de 8 anos. Depois que entraram no barco, passamos pelo local e a mais nova falou em outro idioma. 'Mira la niña'. Pediu para eu pegar". Foi o momento que Rogério percebeu que não era uma boneca, mas uma criança. "Ela estava de bruços, eu cheguei a pegar na mão dela e virar. Mas para não causar choque nas crianças, não coloquei no barco". Depois disso, os três foram levados até o ponto mais alto daquela rua, a Estação Mathias Velho. 

PUBLICIDADE

Rogério ainda atua nos salvamentos nesta terça-feira, 7 de maio. Até a tarde de segunda-feira, 6, os dados do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil do Rio Grande do Sul não contabilizaram, entre as 85 vítimas fatais, uma que se enquadre às características mencionadas no áudio. Conforme levantado pela Agência Lupa, oficiais que atuam nas buscas já informaram que é possível que mais corpos sejam localizados assim que as águas abaixarem.


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.