terça, 23 de julho de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Geral
04/05/2024 11h04

Temporais no RS: sobe para 56 o número de mortos e pelo menos 356 mil estão sem luz

Mais de 180 trechos de rodovias têm bloqueios. A Defesa Civil soma 32,9 mil pessoas fora de casa e 281 municípios afetados. Aeroporto e rodoviária de Porto Alegre estão fechados
Temporais no RS: sobe para 56 o número de mortos e pelo menos 356 mil estão sem luz

Os impactos dos temporais no Rio Grande do Sul se intensificaram, elevando para 56 o trágico número de vítimas fatais, segundo relatório emitido pela Defesa Civil. A situação é ainda mais alarmante com 67 pessoas desaparecidas e 74 feridas. O deslocamento de populações atingiu números angustiantes, com 32.962 indivíduos desalojados de suas residências, dos quais 8.296 encontram-se em abrigos, enquanto 24.666 buscam refúgio com familiares ou amigos.

PUBLICIDADE

A devastação se estendeu por 281 municípios do estado, afetando diretamente 377.497 habitantes. As vias de transporte também sofreram graves consequências, com 188 trechos de rodovias bloqueados, gerando transtornos tanto para o tráfego local quanto para o escoamento de recursos e assistência.
 

O fornecimento de energia elétrica foi interrompido para uma parcela significativa da população, com 296 mil clientes da Rio Grande Energia (RGE) e 54 mil da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) sem luz. A capital Porto Alegre não escapou dos estragos, com o Aeroporto Salgado Filho fechado devido ao alto volume de chuvas e a estação rodoviária inundada, resultando na suspensão de 95% das viagens.

PUBLICIDADE

O governo declarou estado de calamidade, medida reconhecida pelo governo federal, abrindo caminho para a solicitação de recursos destinados à assistência humanitária e reconstrução da infraestrutura. A mobilização de tropas, incluindo 100 integrantes da Força Nacional e agentes especializados, reflete a magnitude da crise e a necessidade urgente de resposta às emergências.


Os especialistas meteorológicos alertam para a persistência das chuvas intensas, alimentadas por fenômenos climáticos complexos, que continuarão a assolar a região nas próximas 24 horas. A população enfrenta uma batalha contra ventos fortes, umidade abundante e bloqueios atmosféricos, agravados pelas mudanças climáticas, enquanto o volume de chuva se aproxima dos 400 milímetros, somando-se aos já alarmantes registros dos últimos dias.

Foto: Gustavo Ghisleni/AFP.

 


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.