quinta, 23 de maio de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Geral
10/04/2024 23h37

Conselho Nacional dos Direitos Humanos chega a SC para investigar aumento de células nazistas

Visita do órgão ocorre em meio a crescimento de casos e investigações relacionados a neonazistas nos últimos anos
Conselho Nacional dos Direitos Humanos chega a SC para investigar aumento de células nazistas

Integrantes do Conselho Nacional dos Direitos Humanos (CNDH) chegaram a Santa Catarina, nesta quarta-feira (10), para investigar o aumento de células nazistas no estado. Em sete meses, ao menos 17 pessoas ligadas a movimentos neonazistas foram presas pela Polícia Civil.

Até sexta-feira (12), o grupo visitará órgãos de segurança pública e outras entidades que combatem a disseminação de grupos e discurso de ódio. Pelo menos 13 membros do CNDH participam da ações, incluindo representantes da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e Ministério dos Direitos Humanos.

 

Nesta quarta, o Conselho terá uma reunião com a Polícia Federal e um encontro com o Conselho Estadual de Direitos Humanos. Às 18h, o CNDH participa de uma palestra na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), que já foi alvo de casos de neonazismo de alunos e ex-alunos.

 

PUBLICIDADE

Na quinta, o grupo se reúne com a delegacia de Repressão ao Racismo e Delitos de Intolerância (DRRDI). Criado em 2021, o departamento já liderou operações contra o crime pelo país.

 

No Brasil, a Lei nº 7.716, de 1989 prevê como crime "praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional", tal como outras formas de divulgação do nazismo.

 

A delegacia é de âmbito estadual especializada na área no Brasil, esclareceu a Polícia Civil de Santa Catarina. A unidade irá completar dois anos de criação em maio.

PUBLICIDADE

Confira abaixo a nota na íntegra da Polícia Civil.

A Polícia Civil de Santa Catarina esclarece que a Delegacia de Repressão ao Racismo e aos Delitos de Intolerância da Diretoria Estadual de Investigações Criminais é a única delegacia de âmbito estadual especializada na área no Brasil. A unidade irá completar dois anos de criação em maio. Dessa forma, sobre informações que estão sendo divulgadas sobre o aumento de casos relacionados aos crimes investigados pela delegacia especializada, há de se tomar cuidado para divulgar tais informações, visto que, até então, não havia uma delegacia especializada para esse tipo de investigação. Agora, com uma equipe de policiais civis voltada para esses crimes, é natural que mais casos venham à tona. Cabe resaltar que, em 2 anos de trabalho, foram 54 investigados por neonazismo pela especializada, desses, apenas 21 são de Santa Catarina. Além disso, em razão das associações criminosas investigadas, mais da metade dos mandados de busca e apreensão foram cumpridos em outros estados da federação. Dessa forma, destaca-se que o racismo e os delitos de intolerância consistem em um problema de todo país e que não pode atribuído a apenas um estado da federação. Além disso, esclarecemos que a vinda do Conselho Nacional de Direitos Humanos (CNDH) para Santa Catarina não tem relação alguma com a Polícia Civil de Santa Catarina.


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.