quarta, 17 de julho de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Geral
03/04/2024 23h20

Prefeito de Florianópolis nega uso de drones para 'caçar pelados' na Praia da Galheta

Topázio Neto nega que o município utilize drones para fiscalizar os praticantes de naturismo
Prefeito de Florianópolis nega uso de drones para 'caçar pelados' na Praia da Galheta
O prefeito de Florianópolis, Topázio Neto, negou nesta quarta-feira (5) que a prefeitura esteja utilizando fiscais e drones para “caçar” pelados na praia da Galheta, no leste da ilha. A fala foi em entrevista ao programa Gaúcha Mais, da Rádio Gaúcha, nesta quarta-feira (3).


— Não tem drone para caçar pelado. Tem outras áreas da cidade que merecem a nossa atenção, porque existe uma associação naturista da Praia da Galheta, que está se movimentando, tentando convencer a Câmara de Vereadores que a legislação poderia ser adaptada. A minha preocupação é com a segurança das pessoas, mas eu não vou subir drone para saber se tem pessoas praticando naturismo ou não. Poder ser que o drone seja de qualquer outra pessoa, mas não é da prefeitura.

PUBLICIDADE
Segundo reportagem da Folha de S. Paulo, o tradicional refúgio nudista decidiu combater a presença de pessoas sem roupa. O plano incluiria fiscais e até uso de drones para encontrar quem burla as regras. A medida teria por vezes tem gerado confusões entre comerciantes a favor da proibição e praticantes do nudismo.


Escondido por morros com densa vegetação nativa e com grandes pedras, o local -ao leste da ilha- está há décadas na lista de balneários recomendados para a prática da Federação Brasileira de Naturismo.


Em 1997, uma atualização na Lei nº 3.455 de 1990 permitiu a prática de nudismo na praia, com o uso de roupas sendo opcional. A norma perdurou por quase duas décadas.


Vereadores aproveitaram um projeto para transformar a Galheta numa área protegida, em 2016, para aprovar um pacote que passou a proibir churrascos, animais e fogueiras na praia -além de vetar a nudez nas áreas públicas.


PUBLICIDADE

Para fugir da supervisão, alguns nudistas escolheriam ficar entre as pedras, em trilhas no meio da mata ou ir ao local somente ao anoitecer -quando é comum a realização de orgias. Outros ignoram a situação e exibem os corpos nus, mas logo alguém aparece para repreender o ato.


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.