segunda, 20 de maio de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Geral
01/04/2024 18h55

Caso da morte da menina Carol Seidler vai virar livro

Jornalista tubaronense lançará um livro reportagem sobre os fatos que envolveram o assassinato da menina
Caso da morte da menina Carol Seidler vai virar livro


Decorridos dez anos do episódio, jornalista tubaronense lançará um livro reportagem sobre os fatos que envolveram o assassinato da menina de sete anos e o desaparecimento da sua mãe.


O conhecido caso aconteceu na semana do Natal de 2014, em Tubarão, chocando a população e movimentando as autoridades policiais da cidade. A menina tubaronense, de apenas 7 anos, primeiramente foi dada como desaparecida e depois teve o corpo, com sinais de violência, encontrado em um quartinho, numa caixa de papelão, nas primeiras horas do dia 23 de dezembro de 2014.


A mãe da criança, Silvana Seidler, desapareceu logo após ir à delegacia na noite anterior. Ela, um parente e o ex-marido foram ao órgão de polícia justamente depor sobre o desaparecimento de Carol, em meio a versões desencontradas dos fatos. Até hoje ninguém mais teve notícias de Silvana, que acabou sendo indiciada pelo assassinato da menina e é, inclusive, procurada pela Interpol.


PUBLICIDADE

A jornalista Silvana Mendes Lucas, que à época dos acontecimentos era repórter do jornal Notisul e acompanhou bem de perto o caso, está produzindo um rico material jornalístico sobre tudo o que envolveu, e ainda envolve, esta intrigante história. Leitora contumaz, especialmente do estilo “jornalismo literário”, Silvana tem se dedicado a transformar a história real que até hoje chama a atenção dos catarinenses, em um livro-reportagem que será lançado no segundo semestre de 2024.


“Este material é resultado de muito trabalho de pesquisa, de entrevistas, em sua maioria de fontes primárias, de observações e de muita leitura. Foram muitas matérias, que acompanhei, redigi e publiquei extensivamente ao longo dos meses que se seguiram à partida de Carol. Além disso, meu gosto pela literatura, mais especificamente o “true crime” e a receptividade de familiares dos envolvidos, autoridades policiais e colegas de profissão, me ajudaram a ter as bases necessárias para contar essa história”, diz Silvana.


Pelo projeto traçado, o livro não pretende fazer nenhum juízo de valor, muito menos apontar culpados ou envolvidos. Trata-se de uma investigação jornalística com a devida reprodução dos fatos. “Em nenhum momento, nas páginas do trabalho, algo foi por mim inventado. Não pretendo provar coisa alguma. Este é um trabalho escrito por uma jornalista. Inclusive, familiares da menina Carol, maternos e paternos, que aceitaram falar e as autoridades da segurança pública, têm seus nomes verdadeiros citados, já outros personagens são apresentados com pseudônimos, até porque o caso ainda não está encerrado e as investigações continuam”, esclarece a autora.


PUBLICIDADE

Silvana Mendes Lucas é jornalista graduada pela Unisul, tem pós-graduação em Comunicação Empresarial e mestrado em Ciências da Linguagem. Foi, por mais de 12 anos, professora universitária nos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda, na Unisul, em Tubarão e Florianópolis, e no curso de Artes Visuais e Arquitetura na Unesc, em Criciúma. Atuou como jornalista em jornais impressos e na produção de programas de rádio. Atualmente atua na assessoria de comunicação de um complexo médico em Tubarão.


O livro será lançado pela editora I Livro You de Tubarão, tendo como editor o escritor Ramires Linhares e o acompanhamento de outros profissionais da área jurídica e literária.



Fotos da autora – Crédito: Kélen Bardini

Contato com a autora – Silvana Lucas: (48) 99956.9184

Contato com o editor – Ramires Linhares: (48) 99629.6145


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.