terça, 21 de maio de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Geral
31/01/2024 11h20

Empresário de SC será julgado pelo STF após brincadeira em churrasco: 'cortar a cabeça do Lula'

Gilberto Sandri gravou vídeo que o mostra empunhando facão com nome e desenho de Bolsonaro

Chegou às mãos de Alexandre de Moraes nesta semana o caso de um empresário bolsonarista de Santa Catarina que gravou um vídeo de si próprio empunhando um facão e dizendo que a peça, inscrita com o nome de Jair Bolsonaro e uma imagem do ex-presidente, destinava-se a “cortar a cabeça do Lula”.


Depois que o repórter Vinicius Segalla divulgou o vídeo, em novembro de 2022, Gilberto Sandri foi alvo de uma queixa ao Ministério Público catarinense, que a Justiça estadual remeteu à Justiça Federal em Santa Catarina. A notícia de fato contra o empresário ao MP foi apresentada por uma pessoa que recebeu o vídeo por meio do WhatsApp.

PUBLICIDADE

O Ministério Público Federal em Santa Catarina apontou que o caso de Sandri pode envolver delitos de ameaça e crime contra o Estado Democrático de Direito e lembrou que no STF tramitam inquéritos para investigar a atuação de milícia digitais bolsonaristas e as responsabilidades quanto ao 8 de Janeiro. Para o crime de ameaça ser processado, deve haver representação da pessoa alvo do delito.


Assim, a Procuradoria pediu que os autos fossem encaminhados ao STF, no que foi atendida pela Justiça Federal em dezembro. O processo foi autuado no Supremo nesta quinta-feira (18/1) e remetido ao gabinete de Moraes, relator das investigações.

PUBLICIDADE

Quando o vídeo de Sandri passou a circular na internet, o atual ministro da Secretaria de Relações Institucionais do governo Lula, Alexandre Padilha, replicou o conteúdo em sua conta no X (antigo Twitter), o classificou como “chocante” e escreveu que era preciso “derrotar o lado mais sujo do bolsonarismo que invadiu a mente de uma parte de nossa população”.


Depois da repercussão do vídeo, o empresário bolsonarista se disse arrependido. Em novo vídeo divulgado à época, Gilberto Sandri negou ter intenção de ferir alguém e classificou suas declarações contra Lula com o facão em punho como “brincadeira de mau gosto”.


HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.