terça, 10 de dezembro de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Geral
12/09/2018 11h31

Bolsonaro tem alimentação oral suspensa após distensão, diz hospital #NovoBoletim

Boletim foi divulgado nesta manhã. O candidato deve fazer uma nova cirurgia considerada de grande porte, ainda sem data para ser realizada
Bolsonaro tem alimentação oral suspensa após distensão, diz hospital #NovoBoletim
Boletim médico divulgado na manhã desta quarta-feira (12) pela equipe médica do hospital Albert Einstein informou que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) teve a alimentação oral suspensa momentaneamente devido ao surgimento de uma distensão abdominal.

Segundo o hospital, essa distensão é um inchaço no abdômen, que ocorre pelo acúmulo do ar. Trata-se de uma consequência de uma pequena redução nos movimentos do intestino.

Ele voltou a ter alimentação parenteral (endovenosa) até uma próxima avaliação. Ou seja, vai se alimentar pela veia. "O estado de saúde do paciente continua estável, sem febre ou outros sinais de infecção", aponta o boletim.

Os exames laboratoriais permanecem estáveis. O boletim é assinado pelos médicos Antônio Luiz Macedo, Leandro Echenique e Miguel Cendoroglo. Desde ontem, Bolsonaro deixou Unidade de Terapia Intensiva (UTI), passando para uma unidade de cuidados semi-intensivos. Ele havia voltado a se alimentar por via oral.

O candidato deve fazer uma nova cirurgia considerada de grande porte, ainda sem data para ser realizada. A necessidade de um novo procedimento cirúrgico já tinha sido anunciada na última quinta-feira (6), quando o candidato passou pelos primeiros procedimentos em Minas Gerais.

O objetivo é reconstruir o trânsito intestinal e retirar a bolsa de colostomia acoplada provisoriamente ao corpo de Bolsonaro.

Fonte: UOL Notícias
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia