terça, 23 de abril de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Geral
12/05/2019 12h50

Ônibus de Imbituba fecha a porta enquanto cadeirante ainda descia, causando ferimentos

"quando fui descer do ônibus, o veículo não possuía elevador, nem cobrador para auxiliar e o condutor do ônibus sequer ajudou meu pai para poder me retirar do veículo", relatou a moradora de Imbituba que utilizou do transporte público coletivo.
Ônibus de Imbituba fecha a porta enquanto cadeirante ainda descia, causando ferimentos
Em relato publicado na coluna do jornal "A Hora",  Jaqueline da Silva Ramos, moradora de Imbituba, conta que o motorista fechou a porta do ônibus coletivo municipal enquanto ela e o pai desciam, ainda esta semana. O incidente causou ferimentos no pescoço de Jaqueline, que é cadeirante; e na perna do seu pai, que a ajudava. Confira o relato completo: "Meu nome é Jaqueline da Silva Ramos, sou cadeirante, moradora  do bairro Campo de Aviação, em Imbituba e vou relatar um caso revoltante que aconteceu comigo e com o meu pai, fruto péssimo serviço prestado pela empresa concessionária do transporte público coletivo municipal, mas principalmente com o descaso para com os munícipes por parte da Prefeitura de Imbituba. É o município o responsável pela contratação desta empresa que nos últimos anos só enxuga sistematicamente custos como ao extinguir os cobradores e reduzir diversas linhas e assim piora o serviço para o qual é contratada (explorando comercialmente), tudo para lucrar mais. Pagamos caro nossos impostos e temos o direito a um transporte coletivo decente. Nesta semana, peguei o ônibus da empresa Santo Anjo, linha Itapirubá, no centro da cidade por volta das 17h15 para descer no bairro Vila Nova, em frente ao mercado Santos. No entanto, quando fui descer do ônibus, o veículo não possuía elevador, nem cobrador para auxiliar e o condutor do ônibus sequer ajudou meu pai para poder me retirar do veículo. Para piorar o absurdo, quando estava descendo, o motorista, que agora também soma a função de cobrar os passageiros, fechou a porta quando eu ainda descia, chegando a machucar meu pescoço e ao meu pai, que estava me tirando. Ele machucou as pernas. Só estou relatando isto em minha coluna no Portal A Hora para chamar à atenção das autoridades competentes para que algo desse tipo não venha acontecer com mais ninguém".
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.