quarta, 12 de junho de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Geral
28/04/2019 17h35

O recomeço após a perda total: incêndio em três lojas de Orleans completa um mês

Incêndio que atingiu três lojas na área central de Orleans, em 29 de março, fez com que empreendedores voltassem à estaca zero e vissem seus esforços transformados em cinzas.
O recomeço após a perda total: incêndio em três lojas de Orleans completa um mês
Eram 2h45min de uma sexta-feira, dia 29 de março, em Orleans. O telefone toca, um número desconhecido. Era a polícia, questionando se Maria de Lourdes Dimon era proprietária de um Hyundai HB20. Ao receber a resposta positiva, a solicitação foi para que ela tirasse o veículo de onde havia estacionado, pois havia um foco de incêndio na Rua XV de Novembro. Ao chegar ao local, se deu conta de que, na verdade, o incêndio havia atingido a loja de sua propriedade, a Distinta Boutique. O estoque, renovado na semana anterior, havia sido completamente consumido pelo fogo. Não sobrou nada. Além da loja de roupas femininas, uma de assistência técnica para celulares e outra de cosméticos também foram completamente destruídas. Lourdes voltou para a casa, tomou um banho, se alimentou e, na manhã seguinte, já estava pelas ruas da área central da cidade em busca de um novo espaço para alugar. “Em nenhum momento eu pensei em desistir. Enquanto as pessoas olhavam espantadas as lojas destruídas, eu já estava recomeçando, procurando uma sala. Viajei duas vezes na semana seguinte. Dois dias depois do incêndio, eu fui para São Paulo para comprar as novas peças e, na terça-feira, voltei para Orleans. No dia seguinte, viajei novamente e voltei na sexta”, contou. Apenas duas semanas depois do sinistro, no dia 12 de abril, a loja foi reinaugurada. Questionada a respeito do prejuízo, Lourdes não pretende estimá-lo. “O financeiro ficou para trás. Isso se recupera. Há tantas coisas mais importantes que o prejuízo, que é justamente aquilo que o dinheiro não pode comprar. Graças a Deus, tenho saúde e muita vontade de trabalhar. Eu não pensei duas vezes sobre o que eu faria. Eu amo o que faço e não me vejo sem isso. Para recomeçar o quanto antes, eu precisava arregaçar as mangas e ir à luta. E foi o que fiz. E essa troca com as pessoas que se preocuparam também me fortaleceu”, contou. Júlio Cesar Roseng Moraes é o proprietário da Infocel Assistência, empresa fundada em 2015 e que funciona também em São Ludgero. Ele ficou sabendo do incêndio através de Lourdes. “Eu e minha esposa acordamos assustados, nunca imaginaríamos que isso iria acontecer”, relembrou. “Pelos relatos de colegas de trabalho, nunca nos relataram sobre incêndio, mas sempre a respeito de roubo ou falência”, acrescentou. Por se tratar de uma loja de tecnologia, voltada à assistência de celulares, tablets, computadores, games e GPS, o prejuízo foi grande. “Em torno de R$ 150 mil”, avalia. Júlio Cesar conta que, no local, havia muitos equipamentos, inclusive televisão e ar-condicionado, além de aparelhos para vendas e também de clientes, que já estavam prontos, aguardando somente a retirada por parte dos proprietários. “Uma semana antes do acontecido, eu havia organizado o estoque de assessórios”. Segundo o empreendedor, o momento serviu também como aprendizado. “A maior lição que tirei disso é que sempre devemos estar preparados para o pior”, afirmou. Em contrapartida, a persistência é uma característica que o acompanhará neste recomeço. “Sempre penso positivo. Nunca pensei em desistir. Deus sabe o que faz e é com fé que reconstruímos novamente. Meu maior desafio agora será reconquistar meus clientes. Estou trabalhando para reabrir minha loja o quanto antes para resolver pendências e atender às necessidades das pessoas que me chamam para resolver os defeitos de seus aparelhos”, adiantou. A Encanto Cosméticos, justamente no mês de março, completaria quatro anos de atividade. Entretanto, a história foi abruptamente interrompida com a tragédia ocorrida no dia 29. A loja estava avaliada em R$ 400 mil e a proprietária, Angela Maria Volpato, estima que, para recomeçar, o valor do investimento iria girar em torno de R$ 100 mil. "Só quem passou por isso pode saber. Ver tudo o que tu construiu, de repente, virar cinzas. Para recomeçar seria necessário por volta de R$ 100 mil. Este valor seria para iniciar com uma loja menor, já que eu havia levado quatro anos para chegar na proporção que estava. Eu havia ampliado e reformado tudo recentemente. Então, de momento, não tenho nem condições emocionais e nem financeiras para recomeçar. Não sei como será no futuro, mas, de momento, não penso em reabrir". O principal legado deixado serão as relações de amizade de construiu. Por conta disso, muitos são os pedidos para que a Encanto Cosméticos seja reinaugurada. "Os clientes ainda pedem para reabrir e mandam sempre mensagens de apoio, incentivo, amizade, carinho e força. Pessoas de outras cidades próximas a Orleans vinham comprar com a gente, inclusive da serra, e sempre elogiavam pelo atendimento e pelo bom preço. Os fornecedores também se sensibilizaram quando souberam. E, no fim, é isso é que fez valer a pena", declarou. Solidariedade que impressiona Lourdes conta que, entre as maiores surpresas do ocorrido, estava a empatia das pessoas. “A preocupação que tiveram comigo foi além do que eu esperava. Não tenho palavras para descrever. Os fornecedores me ajudaram a montar a sala em uma semana. Normalmente, eles precisam de um prazo para entregar, mas as empresas que fizeram os móveis, os espelhos e vidros, as divisórias, as bolsas, enfim, todos fizeram o possível para que eu conseguisse reabrir a loja o quanto antes. A proprietária da sala também agilizou tudo. Os clientes também se preocuparam bastante, compartilharam a publicação da inauguração. Os demais empresários da cidade também. Foi um carinho que eu não imaginava e ao qual eu sou muito grata”. Na mesma linha, Júlio Cesar ressaltou as amizades com os colegas de trabalho e clientes. “Muitas me apoiaram. Descobri que tenho muitos amigos neste ramo. Apesar de sermos concorrentes, muitos me mandaram forças, falando para que eu não desistisse e me estendendo a mão para o que eu precisasse. Meus clientes me deram muita força também para seguir em frente e não desanimar. Sou muito grato a todos. É por isso que não desisto. Espero reabrir minha loja de assistências o quanto antes para retomar este relacionamento com meus clientes, de amizade e carinho, fazendo sempre o possível para servi-los e ajudá-los”, planejou. A prevenção Conforme o comandante do Pelotão de Bombeiros Militar de Orleans, 1º tenente Bruno Souza de Albuquerque, a prevenção é uma das prioridades do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina. “Costumamos dizer que não há glória nenhuma em atender uma ocorrência que poderia ter sido evitada. Por isso, trabalhamos com afinco na prevenção”, salientou. Ele explica que a prevenção contra incêndios é uma função desempenhada principalmente pelos militares que trabalham nas Seções de Atividades Técnicas (SAT). Os profissionais, por meio de análises de projetos e vistorias, exigem que todas as edificações, com exceção das residências familiares, possuam os requisitos mínimos de segurança contra incêndio. “Os requisitos são aqueles que possibilitarão a evacuação da edificação; o combate a incêndios em fases iniciais pelos ocupantes, como o extintor de incêndio, por exemplo; e até mesmo auxiliar o Corpo de Bombeiros em sinistros de maior porte, com uso da reserva técnica de incêndio para abastecer o caminhão dos bombeiros com água. Graças a este foco preventivo, o nútamero de incêndios tem diminuído ano após ano e tem sido possível acumular um maior número de salvados em nossos atendimentos”, avaliou. Em 2017, segundo o comandante, as investigações do CBMSC apontaram que a principal causa de incêndios foram as ações humanas indiretas. Ou seja, aquelas causadas de maneira culposa, sem intenção. “Nessa causa, inclui deixar velas acesas desassistidas, sobrecarregar a rede elétrica usando muitos equipamentos em uma só tomada e entre outras”, exemplificou. “Entre as subcausas, se destacaram os agentes físicos, tais como centelhas, fagulhas, brasas, fósforos, isqueiros etc., e fenômenos termoelétricos, como, por exemplo, curto circuitos, contatos imperfeitos, desconexão parcial etc.”, acrescentou. Confira algumas atitudes preventivas: Afastar-se do local; Abrir portas e janelas para ventilar o espaço; Acionar o Corpo de Bombeiros Militar pelo telefone 193; Caso sinta o cheiro característico do gás, há indícios de vazamento; Desligar os aparelhos elétricos e eletrônicos sempre que sair de casa; Não acender o interruptor da luz ou usar qualquer objeto que possa produzir faísca; Evitar o uso de plugues "T" ou benjamins e não ligar diversos aparelhos numa mesma tomada;Evitar as populares "gambiarras". Se precisar fazer a manutenção da rede, chamar um eletricista;Atentar para a validade da mangueira e do registro. Caso suspeite da segurança de sua instalação, faça a troca dos equipamentos; Certificar-se de que as instalações elétricas da residência seguem os padrões indicados e estão corretamente dimensionadas para o uso; Não instalar botijões próximo de ralos ou desníveis. O gás é mais pesado que o ar e pode se acumular nestes espaços provocando risco de explosão; Não atualizar notebooks ou qualquer tipo de aparelho eletrônico sobre camas ou sofás. Há a possibilidade de superaquecimento. Prefira sempre superfícies rígidas e não obstrua as entradas de ar dos aparelhos. Legenda Encanto: Loja foi inaugurada em março de 2015 e reinaugurada em junho de 2016, após passar por uma reforma e ampliação - Foto: Arquivo / Março de 2015 Legenda Distinta: Duas semanas após o incêndio, Lourdes reinaugurou a Distinta Boutique em um novo espaço – Foto: Retratus Fotografia Legenda Infocel: Julia César, que mantinha lojas em São Ludgero e Orleans, tem trabalhado para reinaugurar em breve a Infocel Assistência na Cidade das Colinas - Foto: Arquivo Pessoal Fonte: Redação Notícias JH
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.