domingo, 21 de abril de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Geral
01/03/2019 14h53

Lula pede à justiça para deixar a prisão e ir ao funeral do neto

O pedido foi feito às 14h7min. A defesa usou como argumento o artigo 120 da Lei de Execução Penal, que prevê que presos podem deixar a cadeia em caso de morte de "cônjuge, companheira, ascendente, descendente ou irmão". Em 29 janeiro deste ano, o ex-presidente perdeu um de seus irmãos, Genival Inácio da Silva, o Vavá, e também pediu autorização à Justiça
Lula pede à justiça para deixar a prisão e ir ao funeral do neto
A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu à Justiça Federal do Paraná às 14h07 de hoje (1) que o petista deixe a prisão e possa ir ao velório de um de seus netos, Arthur Araújo Lula da Silva, 7, que morreu por meningite na manhã de hoje no hospital Bartira, em Santo André (SP). O pedido, após ser apresentado, deverá ser analisado pela juíza Carolina Lebbos, responsável pela execução penal de Lula no Paraná. Ela não tem prazo para se manifestar. A defesa usou como argumento o artigo 120 da Lei de Execução Penal, que prevê que presos podem deixar a cadeia em caso de morte de "cônjuge, companheira, ascendente, descendente ou irmão". Em 29 janeiro deste ano, o ex-presidente perdeu um de seus irmãos, Genival Inácio da Silva, o Vavá, e também pediu autorização à Justiça para comparecer ao velório. Na ocasião, o pedido foi negado por Lebbos, que se baseou em uma manifestação da Polícia Federal. A PF alegou, entre outras razões, que não poderia garantir a segurança de Lula e dos agentes que fizessem sua escolta durante o funeral. O TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) reiterou a decisão da juíza. No dia seguinte, o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, atendeu parcialmente ao pedido de Lula e permitiu que o ex-presidente fosse ao enterro do irmão para encontrar-se com familiares. No entanto, o sepultamento já havia acontecido, e Lula recusou a autorização. O ex-presidente está preso na carceragem da Polícia Federal em Curitiba desde abril de 2018, cumprindo pena de 12 anos e 1 mês de prisão pelo caso do tríplex de Guarujá (SP), da operação Lava Jato. Neste processo, Lula já foi condenado em segunda instância. Em fevereiro deste ano, o petista recebeu uma nova condenação, ainda em primeira instância, no caso do sítio de Atibaia. Ele pegou 12 anos e 11 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. https://www.facebook.com/hcnoticiastubarao/posts/616386052134839?__xts__[0]=68.ARCKpPamKeuI09Ax2R4uAv12L_YeB1IfLmA0mR6_JQnpwHdkT4ZzbhQRVjAEDgTtIoeiPzBIP7t4ZYtgfRaT_OP5x090pyyoxXsXYbLh_e0PxtzpAeeMbR4SpaV1GJvvP9NhPgEirc29zo58hU1Cvdwg7ZUGGJ7imow9ifwRmbQKQUA6t9erYJ5KiR4LkbIgNGVzQ993Q5rgRpj78D859FkBWDwoiV9jG1Q2S0t7AmyMdpyAoJG8O0jgY4JAFlUmUHRKD4fbdC70gyGgwAZxBzAaPpKRo_pBI2Pa2QKJErKhMm6M8qiAUto2uS9x_TrqOFJBNoqXIxfJJfLxacZRUkM&__tn__=-R Fonte: UOL Notícias noticias.uol.com.br
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.