sábado, 15 de junho de 2024
Facebook Instagram Twitter Youtube TikTok E-mail
48 3191-0403
Geral
28/02/2019 16h01

Bolsonaro pode baixar idade mínima da aposentadoria das mulheres

Segundo a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), líder do governo no Congresso, Bolsonaro pode ceder no ponto durante as negociações para aprovar reforma da Previdência
Bolsonaro pode baixar idade mínima da aposentadoria das mulheres
Líder do governo no Congresso, a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) afirmou que o presidente Jair Bolsonaro pode rever alguns pontos da proposta de reforma da Previdência, inclusive a idade mínima de aposentadoria para as mulheres. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (28/2), a parlamentar confirmou que o governo negocia emendas e cargos para viabilizar a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que considerou um movimento "saudável", parte do processo político. "É saudável, desde que as emendas sejam levadas para o bem da população. Não existe chantagem", disse, acrescentando que há boa vontade para negociar as questões envolvendo o projeto, ainda que o governo corra o risco de ver a reforma desidratar.
A deputada afirmou que se reuniu com a equipe de Economia logo após o presidente Jair Bolsonaro falar, durante café da manhã com jornalistas, que poderia derrubar a idade mínima de 62 anos para mulheres se aposentarem. "Conversei com a equipe econômica. O Congresso Nacional tem poder de mexer na reforma, mas precisa entender que a cada mexida corremos o risco de perder na economia (prevista para R$ 1 trilhão em 10 anos). Mas o presidente é muito sensível (...)".
Concessões A líder governista também foi questionada sobre a abertura excessiva de concessões, que pode causar a desidratação do texto. "O que (o presidente) está fazendo é mandar recado, dizer que está disposto a negociar".  Ainda sobre as concessões antes da negociação de fato, Joice afirmou que "quem vai fazer articulação somos nós (líderes do governo). O presidente nos dá sinalização e nós negociamos. Tenho certeza que o Congresso vai ter responsabilidade com Nova Previdência", completou.
Embora tenha se colocado como "parte de um time", Joice desmarcou o almoço com o líder do governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), enfraquecido pela falta de articulações e de alianças na Casa. "Tenho uma pila de projetos para avaliar. Desmarcamos o almoço mar vamos tomar um café. Falar que ele foi escanteado é fofoca", defendeu.
Fonte: Correio Braziliense Foto: Estadão
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.