segunda, 18 de janeiro de 2021
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Tubarão
ºC ºC
Geral
08/02/2019 17h29

Após melhora, Jair Bolsonaro tem sonda nasogástrica retirada

Presidente está internado em São Paulo depois de ter sido submetido a uma cirurgia no intestino.
Após melhora, Jair Bolsonaro tem sonda nasogástrica retirada
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) retirou a sonda nasogástrica retirada devido à melhora no quadro intestinal e boa aceitação da dieta líquida, de acordo com o último boletim médico, divulgado na tarde desta sexta-feira (8). Ele teve boa evolução clínica nas últimas 24 horas, está sem febre e sem dor. “Hoje, o presidente amanheceu superanimado, super disposto”, disse o porta-voz do Planalto, Otávio Rego Barros.

O boletim diz que o presidente não tem “disfunções orgânicas e houve melhora dos exames laboratoriais”. Os médicos informaram também que o dreno colocado no abdome há quatro dias foi retirado. No entanto, o presidente continua com pneumonia.

“Permanece com os antibióticos e nutrição parental. Estão sendo mantidas as medidas de prevenção de trombose venosa, sendo realizados exercícios respiratórios, de fortalecimento muscular e períodos de caminhada fora do quarto”, diz o boletim.

O filho do presidente o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL) esteve no hospital para visitar o pai. No Twitter, ele garantiu que “a melhora de sua saúde é notável” e espera que siga dessa forma, sempre com uma boa evolução clínica.

Redes sociais
De manhã, o presidente divulgou no Twitter que começou a ingerir alimentos. De acordo com a publicação, ele tomou caldo de carne na noite de quinta-feira e comeu gelatina nesta sexta-feira (8). O presidente ainda fez uma brincadeira: “Estou feliz, apesar de não ser aquele pão com leite condensado”.
Bolsonaro está em tratamento no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, depois de ter sido submetido a uma cirurgia no intestino, no dia 28 de janeiro. Na ocasião, foi retirada a bolsa de colostomia usada desde o atentado à faca sofrido na campanha eleitoral, no dia 6 setembro de 2018. Durante a internação, ele conduz o Executivo federal de um gabinete improvisado na antessala do quarto onde se recupera.

Até a tarde de quinta-feira (7), o presidente permanecia internado em unidade semi-intensiva, com quadro clínico estável. Devido a uma pneumonia, ele precisou receber um novo antibiótico na medicação que já estava fazendo.

De acordo com os médicos, Bolsonaro continuava sem dor, com sonda nasogástrica, dreno no abdômen e recebendo líquidos por via oral, em associação à nutrição parenteral. Fez exercícios respiratórios e caminhou pelo corredor do hospital. As visitas continuavam restritas à família e aos assessores mais próximos.
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia