quarta, 27 de janeiro de 2021
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Tubarão
35 ºC 22 ºC
Geral
31/01/2019 17h00

Tubaronense que mora nos Estados Unidos relata rotina com onda de frio extremo

Pelo menos oito pessoas morreram em decorrência da onda de frio extremo que assola parte dos Estados Unidos (EUA). Áreas isoladas da região podem enfrentar temperaturas de até -40°C.
Tubaronense que mora nos Estados Unidos relata rotina com onda de frio extremo
Pelo menos oito pessoas morreram em decorrência da onda de frio extremo que assola parte dos Estados Unidos (EUA). O fenômeno, conhecido como vórtice polar, fez com que os termômetros na região do meio-oeste americano marcassem temperaturas mais baixas que as registradas na Antártida.

O Serviço Meteorológico Nacional informou que as temperaturas continuarão muito abaixo do normal na região nesta quinta-feira (31). A sensação térmica deve ficar entre -32°C e -48°C.

O tubaronense Kayser Cardoso dos Reis, mora com a esposa e seus dois filhos há alguns anos nos Estados Unidos, na cidade de Carol Stream, que fica há uns 30 quilômetros de Chicago. Ele conta que o frio intenso tem prejudicado a rotina de milhares de americanos. “O frio histórico fez milhões de pessoas mudarem suas rotinas, foram registradas temperaturas mais baixas que na Antártida, Sibéria e Evereste. Estamos há dois dias dentro de casa sem ir trabalhar e as crianças sem poder ir para a escola”, relata o tubaronense, filho de Alonso Cardoso dos Reis, dono da icônica égua que deu título ao livro “A Égua do Alonso”, escrito pelo jornalista Ramires Sartor Linhares.

Hoje, as temperaturas em Chicago podem quebrar o recorde da cidade, de -32°C, atingido em janeiro de 1985. Já áreas isoladas da região podem enfrentar temperaturas de até -40°C.

As aulas foram canceladas ontem e hoje, no meio-oeste, inclusive em Chicago. Muitas empresas também permaneceram fechadas, deixando as ruas da cidade praticamente desertas.

Mais de mil voos com destino ou partida dos aeroportos internacionais de Chicago, o que equivale a quase dois terços dos voos previstos, foram cancelados na quarta, segundo o site FlightAware. Em todo o país, 2.622 voos foram cancelados.

O vórtice polar provocou cenas surreais, como vapor saindo das águas do Lago Michigan – resultado do ar extremamente frio passando por água mais quente logo abaixo. Partes das Cataratas do Niágara ficaram congeladas, e blocos de gelo cobriram o rio que cruza o centro de Chicago.

Até mesmo os correios dos EUA decidiram suspender as entregas em parte do país, apesar de serem conhecidos pelo seu slogan "nem neve, nem chuva, nem calor, nem a escuridão da noite" são capazes de interromper os serviços. Os Estados de Illinois, Michigan e Wisconsin adotaram medidas de emergência.



 
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia