segunda, 26 de outubro de 2020
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Tubarão
30 ºC 19 ºC
Geral
28/01/2019 15h19

Suposta cobrança abusiva na conta de energia é pauta de reunião em SC

O encontro ocorre nesse instante em Florianópolis. Na sexta-feira (26), o Procon emitiu um comunicado com orientações aos consumidores que se sentiram lesados. As reclamações que chegam ao órgão de defesa do consumidor são intensas
Suposta cobrança abusiva na conta de energia é pauta de reunião em SC
A reunião do Promotor de Justiça Eduardo Paladino com os representantes do Procon estadual, do Procon de Florianópolis e da Secretaria Municipal de defesa do Consumidor da Capital, que acontece nesta segunda-feira (28), é fechada. O encontro ocorre nesse instante em Florianópolis.

O objetivo é alinhar uma forma de investigação conjunta acerca da suposta cobrança abusiva na conta de energia dos consumidores catarinenses.




Comunicado – Procon - emitido na última sexta-feira 

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) orienta e informa, considerando ser fato público e notório o aumento acentuado nas faturas de energia elétrica nas medições realizadas pela Central Elétrica de Santa Catarina S.A (Celesc), que todos os consumidores que constatarem aumento desproporcional em face do seu consumo, deve procurarem o Procon para formalizar sua reclamação, visando a tomada de futuras medidas judiciais e administrativas, com vistas a reparar eventuais prejuízos.

Um ofício será emitido, com todas reclamações, a fim de que estas sejam encaminhadas ao Ministério Público do Estado de Santa Catarina, 7ª (Sétima) Promotoria de Justiça da Comarca de Criciúma/SC, para análise técnica e uma possível instauração de inquérito e possível Ação Civil Coletiva.

Para atendimento junto ao Procon, é indispensável a apresentação dos documentos pessoais, bem como das faturas que, por ventura, tenham sofrido aumento a ser questionado.

O MPSC convocou para segunda-feira (28) uma reunião entre Celesc, Programa de Proteção e Orientação ao Consumidor (Procon) municipais e estadual, como o objetivo de constatar as medidas que estão sendo tomadas para ajudar aos consumidores que se sentem lesados.

O MPSC pretende enviar um ofício pedindo explicações à Celesc, que deverá comprovar que houve aumento de consumo em função das altas temperaturas e das férias.

25 de janeiro de 201
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia