quinta, 01 de outubro de 2020
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Tubarão
ºC ºC
Geral
21/12/2018 17h09

PCGO acha dinheiro, esmeraldas e esconderijo em casas de João de Deus

Em novas buscas nesta sexta-feira (21), as chamadas “cápsulas energizadas” vendidas na Casa Dom Inácio também foram recolhidas pela Saúde.
PCGO acha dinheiro, esmeraldas e esconderijo em casas de João de Deus
A Polícia Civil de Goiás fez novas buscas em endereços ligados a João Teixeira de Faria, o João de Deus. Três imóveis de Abadiânia (GO), no Entorno do Distrito Federal, foram alvos nesta sexta-feira (21). Os investigadores encontraram mais uma mala recheada de dinheiro e pedras que parecem ser esmeraldas.

Os policiais ainda não sabem precisar quanto em dinheiro foi achado. Há dentro da mala notas de R$ 50 e R$ 100. Em um dos imóveis, eles encontraram um fundo falso com escada e um cofre no guarda-roupa, sem nada dentro. Delegado-geral de Goiás, André Fernandes disse acreditar que houve retirada de algo que estava nesses compartimentos antes das buscas.

No dia 19 de dezembro, a Polícia Civil de Goiás encontrou R$ 400 mil, cinco armas, um simulacro e munição na residência do médium João de Deus, em Abadiânia. O dinheiro estava dividido em notas de euro, dólar, libra, peso e real. As buscas e apreensões foram realizadas na tarde de terça-feira (18/12). Parte do montante foi localizada em fundo falso de um guarda-roupa no quarto do líder espiritual. O armamento estava espalhado em diversos cômodos.
João de Deus foi indiciado nessa quinta (20) por violação sexual mediante fraude. Se condenado, pode pegar até seis anos de cadeia. Ele responde a nove inquéritos. Um foi concluído e outros oito estão em andamento.

Ele foi preso preventivamente no domingo (16). Desde então, está na penitenciária de Aparecida de Goiânia. O médium foi ouvido no mesmo dia em que se entregou à polícia e pode prestar novo depoimento na próxima semana, por conta das novas apreensões feitas.

Dois voluntários da Casa Dom Inácio também foram ouvidos esta semana. Eles são citados nos depoimentos das 15 vítimas ouvidas na Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic). Entre elas, Chico Lobo, que atua na administração do centro e é muito próximo a João de Deus.

A polícia não descarta a participação deles nos crimes atribuídos a João de Deus, mas isso está sendo investigado. Ao Metrópoles, Chico Lobo disse não ter conhecimento de que teve o nome citado por vítimas e que não atua na área de atendimento com o médium.

“Cápsulas energizadas recolhidas”
Apontada pelas vítimas como sendo o local onde João de Deus cometia abusos sexuais, a Casa Dom Inácio de Loyola também foi alvo de novas buscas nesta sexta-feira (21). Técnicos da Superintendência de Vigilância em Saúde (Suvisa) fizeram inspeção no laboratório montado no centro de Abadiânia (GO), no Entorno do Distrito Federal.
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia