terça, 24 de novembro de 2020
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Tubarão
30 ºC 17 ºC
Geral
26/11/2018 23h50

Monitor de escola é afastado por suspeita de bullying contra criança em Tubarão

Em um vídeo gravado por um colega na escola, uma outra criança aparece jogando cola no cabelo da menina de 10 anos, que tenta escapar mas não consegue reagir. Em casa, ela contou que a cola foi dada por um monitor, que teria incentivado a ação.
Monitor de escola é afastado por suspeita de bullying contra criança em Tubarão
Um monitor foi afastado nesta segunda-feira (26) de uma escola estadual em Tubarão, suspeito de praticar bullying. A vítima é uma menina de 10 anos. A unidade escolar diz que a criança e a mãe vão receber apoio psicológico.

O caso ocorreu na quinta-feira (22), durante uma aula no contraturno da unidade escolar. Tudo começou quando a menina foi fazer uma brincadeira dizendo que iria pintar o rosto dele. O monitor, então, teria levado a aluna para o banheiro e pintado o rosto dela.

Em um vídeo gravado por um colega na escola, uma outra criança aparece jogando cola no cabelo da menina de 10 anos, que tenta escapar mas não consegue reagir. Em casa, ela contou que a cola foi dada por um monitor, que teria incentivado a ação.

À NSC TV, a mãe da garota, que preferiu não ser identificada, relatou a agonia da filha. "Ela chegou desesperada em casa aqui, com o rostinho todo vermelho, tinham dado um produto pra ela passar no rosto, sendo que levamos três horas pra tirar a cola do cabelo dela", contou.

A mãe diz que essa não foi a primeira vez e registrou boletim de ocorrência. "Eles iam fazer uma apresentação e ele falou pra ela que ela não podia ir porque a roupa não servia nela", contou a mãe.

A mulher e a filha serão ouvidas pela psicóloga da Delegacia de Proteção. A Polícia Civil diz que deve ouvir todos os envolvidos e testemunhas ainda esta semana.

A direção anunciou o afastamento dele nesta segunda. "Foi um afastamento definitivo. Lembro que ele é um monitor, não faz parte do quadro do estado. É um monitor, um estudante. Mas infelizmente ele não fez esse controle com os alunos e a gente teve que dispensá-lo, seguindo as orientações que nos foram repassados", disse Frederico Bresciani, diretor da escola.

Fonte: G1 SC
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia