terça, 22 de setembro de 2020
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Tubarão
19 ºC 7 ºC
Geral
26/11/2018 15h54

Campanha Nacional contra a Dengue ocorre nesta semana

Em Tubarão, uma intensa mobilização é programada pela equipe do Programa de Combate às Endemias. A intenção é mostrar que a união de todos, governo e população, é a melhor forma de derrotar o mosquito, principalmente entre novembro a maio, considerado o período epidêmico
Campanha Nacional contra a Dengue ocorre nesta semana


Nesta segunda-feira (26) começou a Semana Nacional de Combate ao Aedes nos estados e municípios. A partir desta data até o dia 30 a população está convocada para unir esforços no enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti, transmissor das doenças dengue, zika e chikungunya.

Em Tubarão, uma intensa mobilização é programada pela equipe do Programa de Combate às Endemias, da Fundação Municipal de Saúde.

Serão realizadas nas escolas do município atividades para instruir os estudantes sobre a importância da prevenção e combate ao mosquito. Também estão entre as ações planejadas para a semana visitas domiciliares, distribuição de materiais informativos e educativos, rodas de conversa com a comunidade.

"O trabalho do dia a dia não pode parar, independente da semana da mobilização, no qual é intensificado a questão da divulgação, mas o trabalho em si é contínuo", relata o coordenador do Programa Municipal de Combate as Endemias de Tubarão, Hélio de Oliveira Júnior.

A mobilização pretende mostrar que a união de todos, governo e população, é a melhor forma de derrotar o mosquito, principalmente nos meses de novembro a maio, considerados o período epidêmico para as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. Neste período, o calor e as chuvas são condições ideais para a sua proliferação.

Na sexta-feira (30) a mobilização será no Centro da cidade, no Calçadão, onde a população receberá orientação e informação para ficar atenta e redobrar os cuidados para eliminar possíveis criadouros do mosquito

Dados nacionais apontam redução nas três doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, entre janeiro a novembro de 2018, em comparação com o mesmo período de 2017, porém, alguns estados apresentam aumento expressivo de casos de dengue, Zika ou chikungunya. Por isso, é necessário intensificar agora as ações de eliminação do foco do mosquito para evitar surtos e epidemias das três doenças no verão.

PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Rua Altamiro Guimarães, 50
88701-300 - Centro - Tubarão/SC
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia