quinta, 12 de dezembro de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube E-mail
48 3191-0403
Esporte
19/10/2018 20h51

TSE abre investigação sobre compra de mensagens pró-Bolsonaro no WhatsApp

Ministro Jorge Mussi concedeu o prazo de cinco dias para que o candidato se manifeste sobre as acusações.
TSE abre investigação sobre compra de mensagens pró-Bolsonaro no WhatsApp
O corregedor-geral eleitoral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Jorge Mussi, decidiu, na noite desta sexta-feira, 19, abrir ação de investigação contra a campanha do candidato Jair Bolsonaro, que concorre à Presidência pelo PSL. O candidato é suspeito de ter recebido o apoio financeiro de empresários para a compra de pacotes de envio em massa de mensagens pelo aplicativo WhatsApp.

O corregedor determinou ainda, com base no pedido do PT, investigação contra o candidato a vice, general Hamilton Mourão e os empresários envolvidos. No entanto, foi negado o pedido para ações de busca e apreensão em endereços ligados aos envolvidos e não se manifestou, neste momento, sobre a solicitação de quebra de sigilo eletrônico de agências acusadas de realizarem os envios das mensagens.

Na decisão, Jorge Mussi concede o prazo de cinco dias para Bolsonaro se manifeste.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, solicitou que a Polícia Federal abra inquérito para  "apurar se empresas de tecnologia da informação têm disseminado, de forma estruturada, mensagens em redes sociais referentes aos dois candidatos que disputam o segundo turno das eleições para presidente da República". Portanto, o pedido de Dodge se refere ao candidato Jair Bolsonaro e seu oponente na disputa, Fernando Haddad.

De acordo com o Ministério Público, a solicitação foi realizada por meio de ofício enviado ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann.
PUBLICIDADE

HC Notícias
48 3191-0403
48 9 8806-3734
Hora Certa Notícias © 2019. Todos os direitos reservados.
Demand Tecnologia